sexta-feira, agosto 23, 2019

A Rute, a Bulgária e um festival - ESC 19

 

Durante 2 meses estive num projeto de voluntariado na YDCMA na Bulgária e apesar de todos os percalços foi uma experiência incrível! 

 

O primeiro impacto que tive quando cheguei à Bulgária não foi o melhor pois era muito difícil comunicar e a maioria das pessoas não sabiam falar inglês. Depois do primeiro choque e aprender como lidar com aquela nova cultura chegou o dia em que começamos a trabalhar no nosso projeto. 

 

Éramos 12 voluntários de diversos países os quais dividimos a mesma casa por 2 meses e que por incrível que pareça e devido a toda a nossa organização correu super bem.  
Na organização o nosso objetivo era colaborar na realização de um festival na cidade o qual era relacionado com ecologia e a proteção do meio ambiente, mas fizemos muito mais que isso. 

 

Tivemos diversas atividades desde criar pequenos vídeos relacionados com o meio ambiente, tivemos os nossos "Language cafes" onde cada voluntário fazia uma apresentação e pratos típicos do seu país dando assim a conhecer um pouquinho mais de onde viemos à comunidade local, fizemos apresentações em escolas tentado alertar os jovens sobre a prevenção ambiental e dar a conhecer o festival local, participamos numa parada num dos maiores festivais da Bulgária - The Rose Festival, criamos a "Trash Thursday" que consistia em limpar a cidade todas as quintas-feiras apanhando o lixo do chão tentando assim com que as pessoas nos vissem e ficassem mais consciencializadas sobre não colocar lixo no chão. 

 

Para além dessas atividades a organização deu-me a oportunidade, visto que sou designer, de colaborar com eles na realização do cartaz do festival. Foram dias intensos onde também tive também a oportunidade de visitar a Bulgária que foi um país que me surpreendeu em vários aspetos. Durante o festival tivemos a oportunidade de acampar, conhecer voluntários de outras organizações da Bulgária, criamos diversos workshops e ajudamos em toda a montagem do festival. Apesar do festival não ter sido o que esperamos foi uma experiência super enriquecedora para mim, onde tive a oportunidade de conhecer diferentes realidades, de praticar o meu inglês e sobretudo aprender a superar-me.

  

Sem comentários: